Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, UBERABA, ESTADOS UNIDOS, Mulher, de 15 a 19 anos



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Segundo A


O que Hegel considera como alienação?

 

Laíne Cristina



Escrito por Segundo A às 20h15
[] [envie esta mensagem] []



O que Marx entende por alienação?

Laíne Cristina



Escrito por Segundo A às 19h41
[] [envie esta mensagem] []



Consumo e Lazer Alienado

Consumo Alienado

Num mundo em que predomina a produção alienada, também o consumo tende a ser alienado. A produção em massa tem por objetivo o consumo de massa. O problema da sociedade de consumo é que as necessidades são artificialmente estimuladas, sobretudo pelos meios de comunicação de massa, levando os indivíduos a consumirem alienadamente. Os centros de compras se transformaram em "Catedrais do Consumo", cujo apelo ao novo torna tudo descartável. Vendem coisas, serviços, idéias; enfim, tudo. A obsolescência dos objetos rapidamente postos "fora de moda" exerce uma tirania invisível, obrigando as pessoas a estarem sempre em busca do novo.

O consumo alienado tornou-se um desejo nunca satisfeito, um sempre querer mais. A ânsia de consumo perde todas as relações com as necessidades reais do homem, fazem com que as pessoas gastem sempre mais do que têm. O próprio comércio facilita tudo isso, com as prestações, cartões de crédito, cheque pré-datado, ofertas, etc. Entretanto as pessoas não se revoltam com esse processo, por não se conscientizarem. As pessoas têm a ilusão de que vivem numa sociedade de mobilidade social e que, pelo empenho no trabalho, pelo estudo, há possibilidade de mudança, e se não progridem é porque não tiveram sorte ou competência.

Lazer Alienado

Se a produção e o consumo são alienados, é difícil evitar que o lazer também não seja. As pessoas que trabalham mecanicamente têm o tempo livre ameaçado pela fadiga, mais psíquica do que física, tornando-se incapazes de se divertirem. As propagandas orientam as escolhas e manipulam os gostos determinando os programas: Boliche, patinação, filmes. As cidades não têm infra-estrutura para garantir aos mais pobres a ocupação do seu tempo livre: Lugar onde ouvir música, praças para passeios, várzeas para jogos de futebol, etc. Isso torna muito reduzida a possibilidade do lazer ativo, não alienado.

 Laíne Cristina



Escrito por Segundo A às 19h32
[] [envie esta mensagem] []



Alienação   

                 

O conceito de alienação é comum a vários domínios do saber. Em psicologia e psiquiatria, fala-se de alienação para designar o estado mental da pessoa cuja ligação com o mundo circundante está enfraquecida. Em antropologia, a alienação é o estado de um povo forçado a abandonar seus valores culturais para assumir os do colonizador. Em sociologia, discute-se a alienação que a publicidade e os meios de comunicação suscitam, dirigindo a vontade das massas, criando necessidades de consumo artificiais e desviando o interesse das pessoas para atividades passivas e não participativas.

Em filosofia política, fala-se de alienação para designar a condição do trabalhador que, à semelhança de uma peça de engrenagem, integra a estrutura de uma unidade de produção sem ter nenhum poder de decisão sobre sua atividade nem direitos sobre o que produz. A alienação se estende às decisões políticas sobre o destino da sociedade, das quais as grandes massas permanecem, mesmo ao âmbito das vontades individuais, orientadas pela publicidade e pelos meios de comunicação de massas.

 

Laíne Cristina



Escrito por Segundo A às 16h24
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Segundo A às 15h44
[] [envie esta mensagem] []



Este blog foi criado pelos alunos; Laíne, Andrezza, e Jonathan do segundo ano A da Escola E. Quintiliano Jardim, com o objetivo de discutir assuntos relacionados à Filosofia.



Escrito por Segundo A às 15h05
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]